Social Media Icons

Top Nav

ANEL AHMEDHODŽIĆ

nov. 10, 2020 0 comments
ANEL AHMEDHODŽIĆ

À PRIMEIRA OPORTUNIDADE QUE TEVE NA CARREIRA, ANEL AHMEDHODŽIĆ MOSTROU AO QUE VINHA. DOMINOU POR COMPLETO A LIGA SUECA ESTA TEMPORADA E A PROBABILIDADE DE SE TORNAR NA MAIOR VENDA DA COMPETIÇÃO É GRANDE.

Com uma passagem anónima por Nottingham e meia temporada como profissional ao serviço do Hobro IK, que não conseguiu ajudar a manter-se na primeira divisão dinamarquesa, Anel Ahmedhodžić era um perfeito desconhecido aquando do início da época da Allsvenskan. Hoje? Hoje a história é bem diferente. O defesa central sueco que comprometeu o seu futuro internacional à Bósnia dos pais foi eleito o melhor jogador jovem da temporada, eleito o melhor defesa da competição e a probabilidade de se tornar na venda mais cara do futebol sueco é grande.

Anel Ahmedhodžić precisava apenas de uma oportunidade. Teve-a em Malmö, terra onde nasceu e ao serviço do clube que deixou antes de rumar a Inglaterra ainda em idade juvenil para vestir o Garibaldi sagrado de City Ground. No Nottingham Forest, Anel Ahmedhodžić acabou por não conseguir deixar a sua marca. Fez apenas um encontro pelos Reds em 2016/17, tendo acabado por regressar a casa para o Malmö FF em 2019. Para muitos um passo atrás na carreira, mas, agora, o passo essencial para que tivesse dado dois em frente.

Eleito o melhor jovem e o melhor defensor da Liga Sueca em 2020, Anel Ahmedhodžić prepara-se para incendiar o próximo mercado de transferências. Pelo defesa central nascido em Malmö e internacional pelas camadas jovens suecas clubes como o Chelsea ou o Milan deverão ter de pagar à volta de dez milhões de Euros, verba que ultrapassaria o valor da maior venda da história do futebol sueco, estabelecida em 2017, quando o Borussia Dortmund pagou praticamente nove milhões de Euros para tirar Alexander Isak do AIK.

O impacto de Anel Ahmedhodžić em Malmö não foi imediato. O jovem defesa central fez apenas 11 minutos na temporada de regresso à Suécia não conseguindo desfazer o trio defensivo que Uwe Rösler instituiu no clube. Ahmedhodžić acabou emprestado ao Hobro IK na primeira metade da época dinamarquesa em 2019/20, regressando a Malmö para a temporada 2020 da Allsvenskan iniciada já em junho, fruto da pandemia, e já pela mão de Jon Dahl Tomasson. A sua saída do clube dinamarquês é difícil de dissociar da despromoção que acabou por ocorrer.

Pelo Hobro IK foram apenas 19 jogos, mas os suficientes para se perceber que estava ali um jogador especial. Que estava ali o protótipo de um defesa central moderno como o futebol atual pede. Forte fisicamente, alto, elegante, e dotado de uma inteligência posicional e leitura de jogo determinantes na elite futebolística, Ahmedhodžić impressionou pela quantidade de interceções que efetuou em campo adversário fruto da sua capacidade para ler o jogo e antecipar a ação ofensiva contrária. Nenhum jogador na competição a terminou com uma média superior de interceções por cada 90 minutos.

Ao lado de Lasse Nielsen, Ahmedhodžić protagonizou a melhor dupla defensiva da Allsvenskan em 2020, fundamental para o triunfo final do Malmö na competição. Acima de tudo, encaixando que nem uma luva no modelo de construção paciente e a partir dos defesas centrais que Jon Dahl Tomasson instituiu no mais titulado clube sueco. É que se sem bola Ahmedhodžić é um central inteligente e intratável (igualmente fortíssimo no jogo aéreo), com bola, o jovem Anel não é menos competente. Bem pelo contrário. É um defesa central dotado tecnicamente e com grande qualidade na construção, curta e longa o que o leva, muitas vezes, a alguns erros fruto do risco que gosta de correr e que só a experiência ajudará a acalmar.

Com uma taxa de acerto no passe acima dos 90% e acima dos 65% no passe longo, Anel Ahmedhodžić é um dos jovens defesas centrais que melhor constrói em todo o futebol europeu – e praticamente metade dos seus passes são passes verticas/progressivos -, tendo voltado a estar em evidência na Liga Sueca no que a interceções diz respeito. Só treze jogadores terminaram a época com mais interceções efetuadas – algumas fontes colocam-no como quarto jogador com mais interceções -, tendo sido também um dos jogadores com maior eficácia nos duelos aéreos que disputou. Ou seja, tudo sintomático do quão completo é Anel Ahmedhodžić enquanto defesa e o quão adaptado está às exigências da posição na elite do futebol mundial.

Quase sempre na posição certa, Ahmedhodžić foi também um dos jogadores da Allsvenskan que mais remates bloqueou. Só seis bloquearam mais remates, algo determinante para o facto do Malmö ter terminado a época apenas atrás do anterior campeão Djurgården como equipa com o menor registo de golos sofridos esperados da competição. Registos que fazem de Anel Ahmedhodžić uma espécie de resposta nórdica a Virgil Van Dijk, apesar do futuro internacional ter sido declarado à Bósnia. Uma decisão algo surpreendente, por parte de Ahmedhodžić, até pela relação conturbada que tem com o pai.

Apesar de somar praticamente meia centena de internacionalizações pelas seleções jovens da Suécia e de até ter participado no Europeu Sub-17 de 2016 e Sub-19 em 2017 vestido de amarelo e azul, Anel Ahmedhodžić comprometeu-se com a Bósnia e a estreia chegou já em outubro, quer no play-off de acesso ao Europeu, quer num jogo da Liga das Nações frente à Polónia. Segundo a imprensa sueca, determinante para a escolha pela Bósnia esteve o facto de Anel Ahmedhodžić sentir que não são dadas oportunidades aos jovens jogadores suecos na seleção do país, algo que foi mesmo verbalizado por Dennis Hadžikadunić anteriormente. Uma perda irreparável para o futuro futebolístico da seleção sueca.

Comentários

Related Posts

{{posts[0].title}}

{{posts[0].date}} {{posts[0].commentsNum}} {{messages_comments}}

{{posts[1].title}}

{{posts[1].date}} {{posts[1].commentsNum}} {{messages_comments}}

{{posts[2].title}}

{{posts[2].date}} {{posts[2].commentsNum}} {{messages_comments}}

{{posts[3].title}}

{{posts[3].date}} {{posts[3].commentsNum}} {{messages_comments}}

Recent Comments

Formulário de Contacto